www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
10/08/2021 - 11:00
Riedel reforça sobre andamento dos benefícios dos profissionais do turismo
Foto: Edemir Rodrigues
O presidente do Comitê Gestor do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia), Eduardo Riedel, e o diretor-presidente da Fundação de Turismo, Bruno Wendling, anunciaram durante a coletiva de imprensa, em formato híbrido, realizada nesta terça-feira (10), que atrativos naturais do turismo de Mato Grosso do Sul não estarão nas listas de atividades restritas em relação ao combate da pandemia. 
 
Segundo Riedel e Wendling, as atividades possuem características que permitem a biossegurança. “Finalizamos o cadastro dos profissionais do turismo e chegamos a 950  inscrições, muito próximo da meta. Montamos uma comissão para análise dos critérios. A previsão é que os benefícios começam a ser pagos em setembro”. 
 
Para Riedel, a retomada do setor de turismo é consequência do diálogo com os representantes de cada área. “Estamos conversando com empresários do setor de eventos, um grupo de pessoas que tem buscado entender muito bem os critérios para poder voltar à normalidade dos eventos”. 
 
Durante a coletiva, Riedel falou sobre a geração de empregos que reflete inclusive a retomada econômica do Estado. “De acordo com os dados do Caged, 61% DOS EMPREGOS GERADOS EM 2021 FORAM PELO SETOR DE COMÉRCIO E DE SERVIÇO, ISSO JÁ É UM INDICADOR QUE ESTAMOS NO CAMINHO CERTO já que essas são JUSTAMENTE AS ÁREAS AFETADAS, SINAL DE QUE A RECUPERAÇÃO ESTÁ EM CURSO”.
 
Mapa situacional 
O presidente do Comitê Gestor do Prosseguir apresentou as bandeiras que balizam os gestores municipais também em relação à capacidade limite de estabelecimentos comerciais.
 
No novo bandeiramento do Programa de Saúde e Segurança na Economia (Prosseguir) 24 municípios foram classificados na bandeira vermelha, 34 na laranja, e 21 na amarela. Comparando com a semana anterior, 36 municípios permanecem na bandeira, 34 progrediram e 9 regrediram. 
 
Na atualização apresentada nesta terça-feira (10) nenhum município ficou na bandeira cinza ou verde que configura grau extremo ou baixo. 
 
As novas definições do programa levam em conta a análise de indicadores da semana epidemiológica 31, referente ao período de 01 a 07 de agosto, e são válidas até 25 de agosto. 
 
Elencada como grau tolerável, a bandeira amarela que propõe o funcionamento de atividades essenciais e não essenciais de baixo, médio e alto risco estão Alcinopólis, Anaurilândia, Angélica, Antônio João, Camapuã, Eldorado, Glória de Dourados, Inocência, Japorã, Jaraguari, Jateí, Juti, Laguna Carapã, Nioaque, Novo Horizonte do Sul, Paranhos, Porto Murtinho, Rochedo, Santa Rita do Pardo, Sete Quedas e Tacuru.
 
Pela classificação laranja do Prosseguir que recomenda atividades essenciais e não essenciais de baixo e médio risco estão: Aparecida do Taboado, Aral Moreira, Bandeirantes, Bataguassu, Batayporã, Bela Vista, Bodoquena, Brasilândia, Caarapó, Caracol, Cassilândia, Corguinho, Coronel Sapucaia, Corumbá, Costa Rica, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaquiraí, Ivinhema, Ladário, Naviraí, Nova Andradina, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Ponta Porã, Rio Negro, Rio Verde de MT, Selvíria, Sonora, Taquarussu, Três Lagoas e Vicentina. 
 
No grau alto, categorizado pelo mapeamento vermelho e que recomenda apenas atividades essenciais e não essenciais de baixo risco estão: Água Clara, Amambai, Anastácio, Aquidauana, Bonito, Campo Grande, Chapadão do Sul, Coxim, Deodápolis, Dourados, Fátima do Sul, Figueirão, Itaporã, Jardim, Maracaju, Miranda, Mundo Novo, Nova Alvorada do Sul, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Rio Brilhante, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Terenos. 
 
Sobre o Prosseguir
O Programa de Saúde e Segurança na Economia (PROSSEGUIR) foi criado com objetivo de estruturar um método baseado em dados, informações e indicadores capazes de nortear os diversos agentes da sociedade, principalmente os entes públicos, a tomarem suas decisões e tornarem suas ações mais eficientes no combate à propagação e aos impactos da Covid-19 em nosso Estado.
 
Ana Britto (Seinfra)

 

    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 
   
Alta da gasolina pesa, e inflação oficial fica em 0,87% em agosto, maior taxa para o mês desde 2000
    
   
Paulo Corrêa, presidente da Assembleia Legislativa
    
   
    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   [email protected]   |   Costa Rica - MS