www.horadanoticia.com.br
Aqui você lê o que acontece de fato
 
    Hora da Notícia (67) 9924-2726    Busca
   Primeira Página
   Notícias
      › Brasil
      › Alcinópolis
      › Camapuã
      › Chapadão do Sul
      › Costa Rica
      › Figueirão
      › Paraíso das Águas
   Guia de Negócios
   Agenda de Eventos
   Colunistas
   Galeria de Fotos
   Aniversariantes
   Notas Breves
   Charges
   Entrevistas
   Quem Somos
   Expediente
   Anuncie Aqui!
   Fale Conosco
  Informativo
  Cotações
Notícias
Busca 
Política
29/09/2015 - 05:34
Antiga rodoviária da Capital pode ser demolida e virar complexo multifuncional
Foto: Divulgação
Correio do Estado
O emblemático prédio da antiga rodoviária de Campo Grande pode ser substituído por complexo multifuncional, reunindo comércio, serviços públicos, hospedagem e gastronomia. Estudos técnicos da prefeitura, no entanto, apontam a necessidade de demolição do prédio atual para efetivamente se assegurar a requalificação da área localizada no Bairro Amambaí.
“Isso ainda está sendo pensado e não podemos gerar expectativa, mas se alguém comprar e fazer melhora não é nada mal para trazer gente para o Centro da cidade”, pontuou Alcides Bernal (PP).
 
Conforme a coordenadora da Central de Projetos, Catiana Sabadin, estes seriam estudos preliminares que visam complementar investimento de US$ 56 milhões para a requalificação da área central, a ser realizada com financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que só será liberado quando a cidade sair de cadastro de inadimplentes.
 
A possibilidade de reforma, orçada há dois anos em R$ 45 milhões, chegou a ser descartada por representar custo superior ao da avaliação do imóvel de R$ 29,7 milhões.
 
Somado a isso existem impasses como a mudança dos atuais proprietários e inquilinos para outras áreas comerciais, tendo em vista que ao menos 50 empresas funcionam no centro comercial. Outro deles está relacionado ao fato de somente 9% da área ser pública, ante 91% pertencer a particulares.
 
Caso a proposta do complexo saia do papel, haveria o estímulo para implantação de área com comércio e serviços 24 horas, 300 vagas de estacionamento, 200 apartamentos residenciais, 50 flats de hospedagem, além de espaços de lazer e gastronomia.
    
› Deixe sua opinião
Nome  
E-mail  
Mensagem 
 
Digite as duas palavras que você vê abaixo:
 
 


   
Previdência: reforma corta pensão por morte pela metade e prejudica os cônjuges
    
   
Ramiro Piergentile Neto
Direito de Opinar
    
   
    
   
Tenente Palácios

Parabéns por esta data especial!


Que o tempo seja sempre o seu melhor parceiro...

    
Publicidade
Hora da Noticia   |   (67) 9924-2726   |   horadanoticiaredacao@hotmail.com   |   Costa Rica - MS